Pular para o conteúdo

BLOG-Epagri

Produção de sementes de milhos da Epagri segue em ritmo acelerado

  • Grãos

A produção de sementes dos milhos Variedade de Polinização Aberta (VPA) da Epagri segue em ritmo acelerado nos campos da BMF Tecnologia Biológica, empresa licitada para fazer o serviço. Felipe Bermudez, pesquisador do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Epagri/Cepaf), visitou os campos da BMF e informa que, por enquanto, a perspectiva é de colher sementes suficientes para plantar pelo menos 10 mil hectares do milho SCS155 Catarina. Também estão sendo produzidas sementes do milho SCS156 Colorado. Todas estarão disponíveis para os agricultores interessados a partir de abril.

Campo de produção de sementes do milho Catarina, no município de Três Passos (Foto: Divulgação / Epagri)

A BMF está com 75 hectares do milho Catarina em plena produção, nos municípios gaúchos de Três Passos, Coronel Bicaco, Derrubadas e Tenente Portela. A estimativa é colher 200.000Kg de sementes, que viabiliza o plantio de 10 mil hectares. As sementes de milho Colorado estão sendo produzidas em 5 hectares no município de Três Passos, com perspectiva de colheita de 12.500Kg.

Sementes disponíveis para safra 22/23

César Alexandre Bourscheid, engenheiro-agrônomo e sócio-proprietário da BMF está satisfeito com a procura dos agricultores pelas sementes dos milhos desenvolvidos pela Epagri, para plantio na safra atual. “Se tivéssemos iniciado mais cedo a divulgação de que teria sementes dos cultivares da Epagri, teria faltado”, descreve.

Como a divulgação atrasou um pouco, ainda estão disponíveis cerca de 1.800Kg de sementes dos milhos VPA da Epagri para a safra 2022/23. Quem tiver interesse pode fazer contato com Vanessa pelo WhatsApp (55) 99958-2331.

Sobre os milhos VPA

Os milhos desenvolvidos pela Epagri são mais rústicos, têm boa resistência à estiagem, boa produtividade e excelente relação custo-benefício. O pesquisador da Epagri/Cepaf explica que a grande plasticidade genética é um dos segredos do bom desempenho a campo dos milhos VPA.

Sementes do cultivar Colorado também estão sendo produzidas em Três Passos (Foto: Divulgação / Epagri)

“Como uma planta é geneticamente diferente da outra, o VPA pode sofrer com variações climáticas, doenças e pragas, mas apresenta maior estabilidade que o híbrido, evitando perdas maiores de safra. No caso dos híbridos, como as plantas são geneticamente muito parecidas, terão reações similares a situações de estresse, gerando perdas maiores no caso de ocorrência desses imprevistos”, descreve o pesquisador.

Felipe esclarece ainda que o milho VPA é diferente do transgênico e do híbrido. Ele é resultado de melhoramento genético em campo, sem alteração de genes em laboratório. “É um produto rústico, muito adequado à produção familiar, já que não exige grandes investimentos em tecnologia, como adubação e defensivos. O custo da semente também é bem mais acessível a pequenos agricultores, na comparação com híbridos e transgênicos”, contextualiza o pesquisador.

Informações e entrevistas
Felipe Bermudez, pesquisador da Epagri/Cepaf
(49) 20497530 / felipepereira@epagri.sc.gov.br

Informações para a imprensa
Gisele Dias, jornalista
(48) 3665-5147 / 99989-2992

Saiba mais sobre os milhos da Epagri na reportagem:

Skip to content