Pesquisadora da Epagri vence Prêmio Jovem Cientista em Fruticultura

Janaína Pereira pesquisou a suscetibilidade da macieira à mosca-das-frutas (Foto: EE Caçador/Epagri)

Janaína Pereira dos Santos, pesquisadora da Epagri na Estação Experimental de Caçador, é a vencedora do Prêmio Jovem Cientista em Fruticultura 2016 na categoria Doutor. O prêmio é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Fruticultura (SBF) para destacar os melhores trabalhos de iniciação científica, mestrado e doutorado desenvolvidos em instituições brasileiras e do exterior.

A vencedora inscreveu o artigo “Suscetibilidade de genótipos de macieira a Anastrepha fraterculus (Diptera: Tephritidae) em diferentes condições de infestação”, resultado de sua tese de doutorado em Fitotecnia/Entomologia defendida na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A pesquisa avalia a suscetibilidade da macieira à mosca-das-frutas, que é a principal praga que ataca as frutíferas tropicais e de clima temperado. “Trabalho com a mosca-das-frutas há 12 anos na Epagri, então são 12 anos de trabalho reconhecido, de todo o esforço de laboratório, de campo e de doutorado”, comemora.

Na cultura da macieira, estudos que envolvem resistência de plantas ou baixa preferência da mosca-das-frutas não são realizados há mais de 15 anos no Brasil. Janaína conduziu experimentos com o objetivo de avaliar a suscetibilidade de diferentes genótipos de macieira ao ataque do inseto em variadas condições de infestação. “Os resultados fornecem importantes informações aos produtores de maçã, pois indicam a suscetibilidade dos genótipos em função das suas características”, diz a engenheira-agrônoma.

A etapa final do prêmio ocorreu no XXIV Congresso Brasileiro de Fruticultura, em São Luís (MA), quando os cinco finalistas defenderam seus trabalhos diante de uma Comissão Científica Julgadora. Além de Janaína, o pesquisador Henrique Belmonte Petry, da Estação Experimental da Epagri de Urussanga, também integrou a lista de finalistas, com o trabalho “Root distribution of peach rootstocks affected by soil compaction and acidity”.

(Publicado em Vol. 30, nº1, jan./abr. 2017)